INSERINDO-SE NA RODA DA VIDA

Sente-se de uma forma confortável com a sola de seus pés no chão.

 

Visualize uma pirâmide de paredes de cristal líquido formando-se ao seu redor. Inicialmente coloque sua atenção na base da pirâmide, que fica logo abaixo de seus pés, e sinta o contato de seus pés com o cristal líquido. Observe que paredes de cristal líquido sobem a partir de todos os lados da base da pirâmide e formam um ápice acima de sua cabeça.

Coloque agora a sua atenção no seu Centro de Força, o ponto de luz que se situa na região de seu umbigo. Visualize um cordão de cristal líquido que sai deste centro e o conecta ao centro do planeta Terra.

Perceba que este cordão de cristal líquido alinha e mantêm unidos seus sete chacras principais.

Agora visualize um fino e resistente cordão de cristal líquido, que une o topo de sua cabeça, seu sétimo chacra, ao Centro de Criação do universo. Observando melhor, você percebe que este fino cordão parece mais feito de luz, do que do gel de cristal líquido.

Lembre-se que o universo, como qualquer ser, tem a estrutura de uma esfera com um ponto de luz central, o seu Centro de Criação. Como você não está sozinho no universo, você visualiza outros seres também fazendo a mesma conexão, e isto forma raios na esfera do universo à maneira dos raios de uma roda que se unem em um ponto central.

Agora coloque a sua atenção nos seus braços, de onde saem fios luminosos de cristal líquido que o unem a outros seres e formam círculos que juntamente com os raios formam a Roda da Vida, regida pela Lei da Vida contida no ponto central do universo.

Repare que você gira sobre um próprio eixo imaginário, ao mesmo tempo em que a Roda da Vida gira em torno do Centro de Criação, o ponto central do universo. Estes dois movimentos são idênticos aos movimentos de rotação e translação da Terra.

A estrutura da roda se mantém intacta, apesar do movimento contínuo.

Agora você se encontra totalmente inserido da Roda da Vida. Observe como se sente e permaneça neste estado o tempo que sentir necessário.

Lembre-se que você continua dentro de sua pirâmide, e faça a opção de continuar ou sair de dentro dela. Independente da opção escolhida, respeite seu tempo e vá voltando para o aqui agora, mantendo a consciência de que continua inserido na Roda da Vida.

Assim seja!

Exercício canalizado por Gilda Maria Vasconcelos.